Secretaria de Cultura do Estado do Amapá
segunda, 23 de agosto de 2021 - 13:07h
Museu Histórico do Amapá “Joaquim Caetano da Silva” é tema da Quarta edição do projeto Papo de Museu
O quarto programa do projeto Papo de Museu abordará a história dos Museus no Amapá e será transmitido direto do Museu Histórico do Amapá “Joaquim Caetano da Silva”, que tem sua origem ligada ao Museu Territorial do Amapá, primeira instituição museológica do Estado criado pelo governador Janary Gentil Nunes em 25 de janeiro de 1948.
Por: Elton Tavares
O quarto programa do projeto Papo de Museu abordará a história dos Museus no Amapá e será transmitido direto do Museu Histórico do Amapá “Joaquim Caetano da Silva”

O quarto programa do projeto Papo de Museu abordará a história dos Museus no Amapá e será transmitido direto do Museu Histórico do Amapá “Joaquim Caetano da Silva”, que tem sua origem ligada ao Museu Territorial do Amapá, primeira instituição museológica do Estado criado pelo governador Janary Gentil Nunes em 25 de janeiro de 1948. O episódio vai ao ar nesta terça-feira (24), a partir das 19h. A transmissão realizada pela página da rede social Facebook da Secretaria de Estado da Cultura (Secult/AP).

Para falar dos processos de criação do museu e da importância das instituições museológicas da categoria do Museu Histórico Joaquim Caetano da Silva para a memória histórica e social de uma sociedade, o convidado será o Professor e Historiador José Farias, que trabalha no Joaquim Caetano desde 1996 e faz parte da equipe responsável pelas reformulações que o museu passou a partir de 2007.

O projeto Papo de Museu é produzido e desenvolvido pelo Museu da Imagem e do Som em parceria com o Museu de Arqueologia e Etnologia do Amapá cuja proposta é realizar um programa de bate papo online sobre cultura e museus, visando levar o museu, nas suas mais diversas formas de serem pensados, até a casa das pessoas, compartilhando saberes entre os seus detentores e o público. O Projeto também visa mostrar a importância dos museus como difusores da cultura, bem como dar visibilidade tanto a mestres e mestras, como a estudos realizados por pesquisadores em torno da cultura amapaense.

Equipe do Programa: Bruno Masim, Irineu Ribeiro e Flávia Souza. Juntos com o Gerente do Museu Joaquim Caetano Rogério de Oliveira e o Historiador José Farias. Foto: MIS.

É importante falarmos sobre esse museu, o primeiro do Estado. O Museu Joaquim Caetano da Silva tem em seu interior a memória viva do nosso estado, é um museu muito rico e que já está em processo de reabertura para que todos possam conhecer e desfrutar de seus acervos”. Bruno Masim.

Evandro Milhomen, titular da Secretaria de Cultura, no Museu Joaquim Caetano — Foto: G1 Amapá

O secretário de Estado da cultura, Evandro Milhomen, destacou a importância desta edição do projeto.

A memória é o fio que conduz à identidade de um povo e sua prática reiterada produz a concepção de ‘cultura’, primordial para a formação da sociedade. Sabemos a importância deste Museu. O prédio do Joaquim Caetano é repleto de história, de quando os colonizadores chegaram ao Amapá. A primeira coisa que fizeram foi instalar a igreja de São José e depois as fortificações. Após isso, eles construíram esse edifício onde funcionava a sede da intendência, na época do Império, que futuramente viria a ser a Prefeitura da cidade, mas já sediou até mesmo uma delegacia. Essa edição do Papo de Museu fará este resgate, essencial para nossa identidade cultura“, frisou o titular da Secult.

Esclarecimento

O terceiro programa PAPO DE MUSEU que foi feito na fortaleza de São José de Macapá Será reapresentado, devido um problema técnico, este programa tem por único objetivo apresentar e falar sobre a importância de cada museu deste estado, mostrando seus acervos neste momento em que se encontram em processo de reabertura.

Museu Joaquim Caetano da Silva – Fotos: Elton Tavares.

Sobre o Museu Histórico do Amapá Joaquim Caetano da Silva

Da sua criação como Museu Territorial do Amapá aos dias atuais, são 73 anos de muitas mudanças de nome, função e de local. Segundo seu Decreto de criação, de nº 68, o Museu Territorial, tinha o objetivo de “colecionar, estudar e divulgar tudo o que interessa ao conhecimento do homem e da terra amapaense”. Era subordinado à Divisão de Educação e teve como primeiro responsável Newton Cardoso. O MHAJCS se estabeleceu em 1990 no prédio da antiga Intendência de Macapá, sendo um dos prédios mais antigos da capital, construído por volta de 1895. É o único em estilo neoclássico que ainda resiste em pé, por isso mesmo tem um status de Patrimônio Histórico do Estado, embora ainda não seja tombado oficialmente pelos órgãos reguladores.

Alguns Pontos de destaque sobre o histórico do MHAJCS:

• 25 de janeiro de 1948 – criação do Museu Territorial pelo governador Janary Gentil Nunes;

• •1º de junho de 1967 – o governador Ivanhoé Gonçalves Martins reestruturou o Museu Territorial dando-lhe o nome de Joaquim Caetano da Silva;

• 26 de maio de 1970, o Museu Territorial foi extinto e criado na mesma data o Museu Histórico e Científico do Amapá “Joaquim Caetano da Silva;

• 1974, o governador José Lisboa Freire vinculou o Museu Industrial ao Museu Histórico e Científico do Amapá Joaquim Caetano da Silva com atuação nas ciências naturais e humanas;

• 04 de maio de 1988, o governador Jorge Nova da Costa extinguiu o Museu Histórico e Científico do Amapá Joaquim Caetano da Silva e criou o Museu de Plantas Medicinais Waldemiro de Oliveira Gomes;

• 16 de novembro de 1990 o governador José Gilton Pinto Garcia, reativou o Museu Histórico e Científico Joaquim Caetano da Silva com a denominação de Museu Histórico do Amapá Joaquim Caetano da Silva, já instalado no prédio da intendência, onde se encontra até hoje, mas antes, passou teve outros endereços antes de retornar ao prédio da intendência, como na Fortaleza de São José de Macapá e Teatro das Bacabeiras;

• Em 2007, através de decreto estadual, o Museu Histórico do Amapá Joaquim Caetano da Silva (MHAJCS) passou a ter como principal área de atuação a História e, especificamente a História do Amapá”. (Decreto – Lei 1.089 de 02 de Abril de 2007 que instituiu a Secretaria de Cultura do Estado do Amapá e toda a sua estrutura organizacional básica e as unidades vinculadas);

• O prédio do Museu foi restaurado e adequado para receber todo o acervo e o MHAJCS foi reinaugurado em 02 de março de 2009, quando suas portas foram abertas para toda a sociedade amapaense.

https://www.blogderocha.com.br/museu-historico-do-amapa-joaquim-caetano-da-silva-e-tema-da-quarta-edicao-do-projeto-papo-de-museu/

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

SECULT - Secretaria de Cultura do Estado do Amapá
Av Pedro Lazarino n° 22 Bairro: Santa Inês - CEP. 68900- 083 - (96) 9919-9396 - secult@secult.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2021 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá